quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Intercâmbio: Felixlândia / Três Marias.




















Por iniciativa de Alzeni, professora – formadora de língua portuguesa da rede minicipal de Três Marias, começamos um intercâmbio muito interessante.

Como não estou na sala de aula, fiz parceria com a cursista Luciméia (turma 725) e começamos a movimentar os alunos.

Os alunos do 7° ano da E. E. Padre José G. de Souza (professora Luciméia) corresponderam com os alunos do 7° ano da E. M. Geralda Márcia ( professora Alzeni – de Três Marias ).

Rede estadual e rede municipal se uniram com o propósito de se conhecerem e de conhecerem melhor o universo da língua portuguesa.

Escolhemos o livro: “ Meu Pé de Laranja Lima” – de José Mauro de Vasconcelos para subsidiar nossos trabalhos.

Fizemos a leitura do livro e da biografia do autor, além de outros estudos pertinentes à obra.

Os alunos perceberam a inter- relação entre língua e cultura. Aprenderam que pensamentos, experiências e valores são expressos pela língua.

Estudamos o caráter dinâmico da língua e a constante evolução da sociedade e de sua cultura refletida na mesma.

Vimos que sociedade, cultura e língua são construções históricas dos sujeitos. Influindo umas sobre as outras, essas três “instâncias” estão em constante processo de transformação.

No 1° encontro, em Felixlândia, os alunos assistiram ao filme “ Meu pé de laranja lima”e, em grupos, fizeram uma paródia baseada em uma música atual , recontando aspectos e/ou partes da obra. Os alunos cantaram suas produções e a melhor apresentação rendeu medalhas para seus autores.

Foi uma experiência positiva . A turma de Três Marias trouxe para nossa escola seus trabalhos, livrinhos de cordel, ( uma graça! ), além de sua simpatia.

Estamos preparando a segunda parte do INTERCÂMBIO, quando visitaremos Três Marias.

A próxima oficina basear –se –á na obra de Chico Buarque “Chapeuzinho Amarelo”.Os alunos produzirão livros, em grupos, e teremos Chapeuzinhos de várias cores...

Esse projeto promete!

Vamos explorar o conceito de pluralidade, diversidade e superação do preconceito.
Vamos trabalhar o discurso direto, o gênero teatral e a intertextualidade.
Acompanhe os próximos passos desse intercâmbio que será o ponto de partida para a troca de experiências, a conquista de novas amizades e a construção de novos saberes.

Um comentário:

  1. Muito dinâmico e criativo o trabalho que você está desenvolvendo.
    Parabéns.
    Estive em Felixlândia há alguns anos e vendo as fotos dá saudade, pois adorei a cidade.
    Abração.

    ResponderExcluir