terça-feira, 21 de junho de 2016

Sequestro no Cibermundo


Sequestro no Cibermundo- Marco Túlio Costa

A história narra o convívio de uma família de classe média que se distancia na convivência por falta de tempo e inúmeras ocupações: pai atarefado, mãe estudiosa e filho adolescente – que só navega na internet. A trama usa como ambiente o cenário virtual de um jogo de computador, e mostra como é fácil ser alienado, enfraquecendo valores importantes em função da tecnologia.

O livro é uma narrativa, do gênero novela; contém humor, uma linguagem metafórica e temática (cheia de termos do mundo virtual). Foco narrativo de 3° pessoa; personagens com nomes exóticos e incomuns. Tem a estrutura de um jogo virtual, onde o jogador vai passando de nível.

Agora que terminou a leitura, procure responder às perguntas, para testar seu entendimento:

1 – Após levar bronca da professora por não ter feito as tarefas escolares, Ícaro chega em casa e jura pra si mesmo que tomaria jeito, pelo menos por um dia. Mas não resistiu. Um dia ele apareceu com um jogo em um disquete e instalou no PC de seu pai, para se divertir com os colegas. O que aconteceu com o Pc do pai de Ícaro?

2 – Como o pai de reagiu? O que ele pensou fazer e o que ele fez realmente/?

3 – Qual o castigo que Ícaro recebeu?

4 – “O Pc do pai virou Hiroshima, nunca mais!”- explique isso.

5 – “Mas nada como um vírus após o outro. Um dia,Ícaro foi visitar um colega de sala . Adivinhem o que ele viu?

6- O que aconteceu com Ícaro depois do que ele viu?

6- O que os pais queriam em troca para que ele ganhasse um computador com multimídia?

7- Diante das exigências dos pais,Ícaro protestou. O que ele disse?

8 – Diante dos protestos do filho, os pais recuaram e mudaram algumas regras? Explique.

9 – Os pais de Ícaro ficaram na dúvida se estavam agindo certo ou estavam incentivando um “toma lá dá cá”. E você, acha que essa negociação entre pais e filhos é uma boa estratégia? Explique.

10- “Ai que saudade da minha Olivetti” – quem dizia esse jargão quando não conseguia mexer direito na internet?  Quem vinha lhe dar ajuda?

11- Quem era Dédalo?

12 – Quem havia descoberto o atalho para a grande lixeira do Windown 98? Ele pode revelar esse segredo para Indiana.Doc?

13 – Como terminou a história?

14- Qual a reflexão que esse livro propõe?

15 – Essa história pode ser considerada atual? Por quê?

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Sobre "O santo e a porca" - livro de Ariano Suassuna


A peça O santo e a porca é uma comédia. Você que terminou a leitura do livro, pode ler o resumo que está no link abaixo; esse resumo ajudará você a analisar melhor a obra  e contextualizá-la. Acesse:

http://educacao.globo.com/literatura/assunto/resumos-de-livros/o-santo-e-a-porca.html

sábado, 21 de março de 2015

REVISÃO PARA O TESTE 4

COLÉGIO DARWIN DE FELIXLÂNDIA
REVISÃO  para o teste 4 - 6° ano - Professora Bernadete Valadares
1 - Quais os gêneros textuais que você já conhece?
2 - A notícia é um gênero textual do domínio literário? Explique.
3 - Qual a finalidade do gênero textual  Anúncio Publicitário?
4 - No gênero textual  Anúncio Publicitário pode-se usar linguagem conotativa?
5 - No gênero textual  notícia pode-se usar linguagem conotativa? Por quê?
6 - Nem todos os falantes fazem uso da Língua Portuguesa da mesma maneira. Há o registro formal e o registro informal. Qual a diferença existente entre eles?
7 - Veja os duas frases abaixo:
A - "As professora  não tá tendo pulso pra controlar a meninada na escola."
B - "As professoras estão tendo dificuldades para lidar com a indisciplina dos alunos."
Agora responda:
a) As frases apresentam formas diferentes?
b) As frases apresentam significados diferentes?
c) O que distingue as duas frases?
d) Qual delas  apresenta registro formal?
e) Qual dela  apresenta registro informal?
8 - Qual a diferença entre conotação e denotação?
9 - Dê o significado das palavras grifadas nas frases e diga se elas foram usadas no sentido denotativo ou conotativo:
a) O gato de minha vizinha mia a noite inteira.
b) O novo aluno é um gato!
c)  O anjo Gabriel anunciou a concepção divina de Maria.
d) Meu colega Gabriel é um anjo!
10 - O livro A chave do tamanho será cobrado; relembre a história, as personagens, etc.

COLÉGIO DARWIN DE FELIXLÂNDIA
REVISÃO  para o teste 4 - 7° ano - Professora Bernadete Valadares
Leia o texto abaixo:
1 -" Observa-se nas redações de nossos alunos esta despreocupação com a utilização dos acentos. É comum ver textos escritos desprovidos da acentuação. A necessidade do acento se faz, pois em alguns casos na língua escrita precisamos indicar a sílaba tônica ou a pronúncia correta de uma palavra. Entretanto para muitas pessoas acentuar palavras é aterrorizante, pois sentem dificuldade em empregar o acento gráfico."
a) Retire as palavras acentuadas e justifique sua acentuação.
b) Retire do texto 2 palavras proparoxítonas.
c) Retire 2 palavras paroxítonas não acentuadas e 3 palavras oxítonas também não acentuadas.
d) Classifique as palavras grifadas no texto quanto à tonicidade, ou seja, diga se são Oxítonas, Paroxítonas ou Proparoxítonas.
2 - a) Retire do texto 3 preposições puras;
b) Retire do texto 2 contrações de  preposições com artigos e explique como se deu isso.
3 - Sabendo-se que Preposição é a palavra invariável que liga duas palavras, estabelecendo entre elas relações de sentido e de dependência, marque as preposições nas frases abaixo e esclareça o sentido das expressões no contexto em que as mesmas se encontram:
a) Pudim de calda amarga;
b) Pudim com calda amarga;
c) Passeio de amigos;
d) Passeio com amigos;
e) Ela contou-lhe uma história de criança;
d) Ela contou-lhe a história da criança.
  
COLÉGIO DARWIN DE FELIXLÂNDIA
REVISÃO  para o teste 4 - 8° ano - Professora Bernadete Valadares
8° ano
1 - Identifique as figuras de linguagem presentes nas passagens abaixo:
a) A brisa do Brasil acaricia os turistas.
b) Antes de sair, tomamos um cálice de licor.
c) “Neste momento todos os bares estão repletos de homens vazios" (Vinicius de Moraes)
d)Ele foi discriminado por sofrer de uma doença contagiosa muito falada atualmente.
e) Ela quase morreu de tanto estudar para o vestibular.
f) O cheiro doce e verde do capim traziam recordações da fazenda.
g) O vento varreu o vale.
h) Ouviu-se um estalo seco.
i) Ela chorou um choro de alegria.
j)Você é venenosa como uma cobra.
k) Gosto de ouvir Titãs.
l) A doçura do teu olhar é minha vida.
m) O rio engasgou num barraco.
2 - Leia o texto abaixo que aparece numa tirinha:
" Meu pai fica pedalando essa bicicleta, mas nunca sai do lugar. Deve ser uma metáfora da vida dele."
a)Nesta tirinha, a personagem faz referência a uma das mais conhecidas figuras de linguagem para:
a) condenar a prática de exercícios físicos.
b) valorizar aspectos da vida moderna.
c) desestimular o uso das bicicletas.
d) caracterizar o diálogo entre gerações.
e) criticar a falta de perspectiva do pai.
b) Justifique sua resposta.
3 - O que é ambiguidade?
4  - Quais as palavras ou expressões responsáveis  por causar a dúvida  nas frases abaixo? Explique.
a) É proibido entrar na loja de bonés. 
b) Os frangos estão prontos para comer. 
c) Meu gato detestou sua cama. 
d) A médica falou com a paciente parada na enfermaria.

5 - Observe as frases e indique a ambiguidade presente nas mesmas; aponte também a classificação morfológica da palavra que a causou em cada caso:

 a)"Em sua conversa com o pai, o rapaz fez questão de lembrar que o vizinho já o havia chamado de vagabundo várias vezes." 
b)"Márcia ligou imediatamente para a irmã quando soube que ela havia passado no vestibular."


sábado, 12 de abril de 2014

LIVROS para os alunos DARWIN de Felixlândia - MG



LIVROS PARA O 2° BIMESTRE - COLÉGIO DARWIN DE FELIXLÂNDIA - MG
6° ano
1 - O CAVALEIRO DO SONHO - de Ana Maria Machado, com ilustrações de cândido Portinari
            Tem gente que olha para o mundo e acha que tudo está em perfeita ordem. Outros se assustam com as injustiças. Outros ainda decidem, com coragem, lutar contra o que consideram errado. Cheios de sonhos, por acreditar num mundo melhor, não temem ser ridicularizados e chamados de loucos. Saem corajosamente lutando contra moinhos de vento, desafiando ovelhas e vacas como se fossem exércitos armados. Assim era Dom Quixote, leitor de muitos livros. Inspirado nos heróis de cavalaria, transformou-se em cavaleiro andante que com Sancho Pança, seu fiel escudeiro, colocou em prática seu maior sonho: consertar o mundo, nem que perdesse a própria vida. Esta bela história é ilustrada por Candido Portinari, o artista que também sonhava com um mundo melhor. Dom Quixote protegia os fracos e combatia os poderosos com sua velha lança. Portinari denunciava as injustiça com as tintas, que tão mal faziam a sua saúde. E Ana Maria Machado, em tão boas companhias, reescreve a história de Dom Quixote de La Mancha para que você, jovem leitor, lute sempre por um mundo melhor e mais justo, sem medo de parecer tolo aos olhos dos outros.
Agora que você acabou de ler o livro, teste sua compreensão respondendo às questões abaixo:
1 - Esse livro é um adaptação feita por Ana Maria Machado. Qual é o autor do livro original?
2 - Quais são os principais personagens do livro? Fale sobre eles.
3 - Dom Quixote acreditava que feiticeiros queriam impedi-lo de ajudar o mundo. Mas após perder uma luta e fazer uma revisão de vida, a que conclusão ele chegou?
4- O livro foi ilustrado por Candido Portinari. Por que as pinturas foram feitas à lápis de cor?
5 - Qual era o sonho de Dom Quixote?
6 - Comente sobre o título do livro.
7 - Na apresentação, Ana Maria Machado destaca três tipos de sonhadores: aqueles que sonham com uma vida melhor para os outros e para todo mundo; os que acreditam no sonho e resolvem se esforçar para que ele aconteça e, por último, aqueles que estão dispostos a arriscar a sua própria vida em benefício dos outros. Que tipo de sonhador era Dom Quixote?
8 - Qual o tipo discursivo que predomina nessa história?
9 - Em que local se passam os fatos narrados?
10 - Sancho Pança gostava de citar provérbios e, para cada situação conflituosa, sempre proferia uma sentença condizente com o momento vivido. Depois de inúmeras surras e desventuras, Dom Quixote já se apresentava machucado e abatido, isso inspirou Sancho Pança a dar-lhe um cognome ou apelido. Qual foi esse apelido? O fidalgo gostou da nova denominação? Explique.

2 - O GATO MALHADO E A ANDORINHA SINHÁ - de Jorge Amado

            O Tempo prometera à Manhã uma rosa azul se a história que ela lhe contasse fosse boa. Era uma história de amor entre o Gato Malhado e a Andorinha Sinhá.
            Gato Malhado era um gato já velho, mal-humorado e muito mau. Um dia, todos os animais do parque fugiram do gato mas uma jovem andorinha permaneceu num galho de uma árvore. Tiveram um pouco a conversar, ou melhor discutir.
            Foi aí que nasceu a bela história que você acabou de ler...

Agora, tente responder às perguntas abaixo para testar sua compreensão:
1 - Qual o tipo textual predominante e qual o gênero dessa história? Justifique.
2 - Quais os personagens principais da história?
3 - Cite 3 adjetivos que caracterizam os personagens principais.
4 - Durante o tempo de   convivência com a andorinha, até soneto o gato escreveu. E confessou a ela: “Se eu não fosse um gato, te pediria para casares comigo…”. O que é soneto?
5 - Cite outros personagens da história.
6 - Por que o amor entre o gato e a andorinha era proibido?
7 - Para quem Jorge Amado escreveu esse livro?
8 - Toda fábula tem uma moral. A moral dessa história está contida nesses versos que aparecem no livro: “O mundo só vai prestar Para nele se viver No dia em que a gente vir Um gato maltês casar Com uma alegre andorinha Saindo os dois a voar O noivo e sua noivinha Dom Gato e Dona Andorinha”. Então, qual é mesmo a  moral dessa história?
9 - Podemos dizer que a história teve um final feliz?
10 - Você gostou do final da história? Explique. Se não gostou, que outro final você daria a ela.

7° ano

1 - A FACE OCULTA, de Maria Tereza Maldonado.

             Luciana, de 13 anos tinha duas vidas. Aquela que ela considerava horrivelmente chata, onde era triste, revoltada, desanimada, e de mal com o espelho. E aquela onde ela se divertia, era feliz, encantadora, extrovertida, engraçada, bonita, e alegre...
            Esse livro que você leu fala sobre os males do Bullyng e Ciberbullyng e tece outras considerações importantes sobre situações conflituosas que fazem parte do cotidiano de adolescentes como você.
            Essa  leituta foi indicada, porque cada vez mais jovens são humilhados por colegas na sala de aula e no mundo virtual. Os atos de bullying ferem princípios constitucionais e o Código Civil, geralmente ocorrendo na escola. O cyberbullying, via Web, pode ser considerado tão prejudicial quanto o bullying "tradicional", podendo, inclusive, levar, em casos extremos, ao suicídio. Precisamos refletir sobre esta atitude.  Este é um assunto que deve ser discutido na escola, pois se imagina que quanto mais o aluno conhecer o tema, evitará fazê-lo. Devemos combater o bullying, pois é uma questão de justiça. A escola deve aprender a identificar para prevenir e erradicar esse terrível fenômeno social. 
Tente responder às perguntas abaixo, para testar sua compreensão:

1 - Faça um breve resumo da história com 5 a 8  linhas.
2. Descreva Luciana na vida real e na virtual.
3 - Como os pais de Luciana e Paulo de sentiam com o vício dos filhos?
4 - Quem era Marcelo, e o que ele fez de ruim na história?
5 - Quem era Marcelo e por que ele praticava bullying com Luciana?
6 - Quem era Henry.  O que Marcelo , Gil e Leonardo planejaram para atormentá-lo? O plano deu certo? Por quê?
7-  Marcelo acabou sendo denunciado por Luciana. Qual a punição que ele recebeu?
8 -  O que a escola fez para acabar com o ciberbullying ? Deu certo? Por quê?
9 - No desenrolar da trama a autora vai cumprindo seu papel de informar e ensinar tanto as vítimas e os agressores, quanto seus pais uma forma de amenizar os conflitos e aos poucos acabar com o problema. Por que será que ela faz isso tão bem? Quem é Maria Tereza Maldonado?
10 - Comente a relação familiar existente na história. A participação dos pais é importante no combate ao bullying ? Justifique.                                                                                                                                      

2 - ESTRELAS TORTAS - Walcyr Carrasco (Gênero: Novela)

          A história de uma garota bonita, alta, jogadora de vôlei. Esta é a jovem Marcella. Estrelas Tortas, de Walcyr Carrasco, narra a batalha de uma adolescente que após um acidente de carro fica paraplégica.
          Estrelas Tortas é um livro o qual mostra a dificuldade e o sofrimento de um deficiente e das pessoas que o rodeiam, ao menos, até acostumar com o problema. O escritor comenta que preferiu falar da vida de uma paraplégica, para mostrar, também, como todos nós somos livres para voar. "Só quem tem força interior supera as dificuldades do dia a dia e brilha, enfim, como estrela", diz.
          Agora que você acabou de ler essa emocionante história, respondas às perguntas propostas, para testar sua compreensão:
1 - A Historia é contada na visão de vários personagens que convivem ou tentam conviver com a garota:familiares e amigos.  "'Sua irmã nunca mais vai andar'. Foi assim que papai me deu a notícia. Quando ele falou, fiquei um tempão tentando entender o que queria dizer, exatamente". Quem começou a narrar a história assim?
2 - Você achou o título do livro sugestivo? Comente.
3 - Fale sobre a personagem Marcella.
4 - Bruno, pai de Marcella, fica visivelmente insatisfeito ao desconfiar que sua filha está namorando Emílio.Por quê?
5 - A vida de Gui teve uma grande mudança após o acidente com Marcella.Por quê? Como Gui explica isso?
6 - Depois do acidentea família de Marcella, principalmente o pai, passou a tratá-la como se fosse de cristal. Marcella gostava disso? Explique.
7 - Como Marcella conheceu Emílio?
8 - Qual a melhor amiga de Marcella? Elas já eram grandes amigas antes do acidente? Explique.
9 - Comente essas palavras de Marcella: “– Cada coisa que eu consigo fazer, é como se fosse um tijolinho numa construção. Hoje eu sei que, quando estiver mais velha, não vou precisar que o Gui me sustente. Vou estudar, ter uma profissão. Quem sabe até onde posso chegar? É isso, pai. Ninguém sabe até onde posso chegar. Mas, se passar a vida presa dentro de casa, não vou chegar a lugar nenhum”
10 - Identifique as personagens — Gui, Mariana, Bira, Aída, Emílio, Bruno e Gilda. Todas elas   sofreram os impactos do acidente, de diferentes formas. Qual sentia-se culpada e por quê? Qual  foi a figura mágica na vida familiar que conseguiu romper a cadeia de superproteção e ajudou Marcella a se reorganizar para construir uma nova  vida?

8° ano
1- ANA TERRA, de Érico Veríssimo
"Ali na estância a vida era triste e dura" (Ana Terra, p. 7)

            A história de Ana Terra se desenvolve em meados do século XVIII e XIX, no interior do Sul do Brasil, em uma das estâncias da então capitania do Rio Grande de São Pedro. O cenário rural, pacato e hostil não surpreende, o leitor do romance de Érico Veríssimo, visto que são tempos de desbravamento e de guerras territoriais, nos quais ganham destaque os bandeirantes, os índios e também os castelhanos: os espanhóis que restavam ainda no território gaúcho e lutavam por ali permanecer.
Tente responder às perguntas para testar sua compreensão:
1 - Ana Terra, moça de 25 anos de idade, bonita e trabalhadeira, vai aos poucos, por meio do discurso indireto livre, ou seja, do revezamento sutil entre narrador em primeira e terceira pessoa, revelando os males do local e as suas insatisfações pessoais. Os demais personagens da história também deixam transparecer insatisfações pessoais com o local onde moram? Explique.
2 - Desde o primeiro capítulo, a personagem demonstra grande pesar por ter sido obrigada a acompanhar a família para aquela estância e por isso sonha em se mudar para onde haja moças, rapazes, comércio... em outras palavras, onde haja vida para uma mulher da sua idade, repleta de energia e de desejos.Por que a família de Ana se mudou para aquela instância?
3- Fale sobre o Pai de Ana Terra.
4 - É apenas mais um dia de trabalho. Ana desce a coxilha como costuma ser para lavar as roupas pesadas e admirar seu reflexo no único espelho que tem, as águas do poço, quando de repente é surpreendida por um homem desmaiado às margens da sanga. Que homem era esse?
5 -  "Eu vi... Vi quando dois hombres enterram mi cuerpo cerca dum árbol. Demasiado tarde." (p.60). Por que Pedro previu a sua morte?
6- Leia essa passagem do livro e responda:
 "Antônio e Horácio voltaram ao clarear do dia. Estavam pálidos e tinham nos olhos
tresnoitados uma apagada expressão de horror. Nada disseram ao entrar; ninguém lhes perguntou nada. Estendida no catre, Ana ouviu o ruído dos passos dos irmãos, abriu os olhos e ficou a seguir o movimento de suas sombras que se projetavam no pano que separava seu quarto da divisão maior. Viu quando um deles atirou uma pá no chão. Compreendeu tudo. Numa súbita revolta desejou erguer-se, correr para os irmãos, meter-lhes as unhas na cara, arrancar-lhes os olhos, mas ficou imóvel, sem ânimo para mover-se ou falar."
De onde os irmãos de Ana estavam voltando? O que eles tinham ido fazer?

7 - Quais os sentimentos que Ana cultivava em relação ao pai e à mãe?
8 - Por que Ana e Eulália ficaram  sozinhas com os filhos?
9 - Quem era Bibiana?
10 - Como termina a história? O que acontece a Pedro? Quais as últimas palavras de Ana para seu filho antes de ele partir para a guerra?

2 - PROVA DE FOGO, de Pedro Bandeira

            Prova de Fogo é um dos tantos livros de Pedro Bandeira que está voltado para o suspense/ação juvenil. Gil era um garoto que quase passava despercebido. Nem bonito, nem feio.
Não era muito estudioso, nem molenga demais. O que fazer então para chamar a atenção de Pris? Ele era superapaixonado, mas ela nem sabia. Parecia que nada iria mudar...

            Agora responda às perguntas para testar sua compreensão:

1 - Gil é o típico "cara médio",  e no início do livro esse personagem teve um problema. Que problema foi esse?
2 - Descreva o personagem GIL.
3 - Comente sobre o porquê do título do livro.
4 - Quem enfrentou uma prova de fogo. Como isso se deu?
5 Quem era Pris?
6 - Por que Gil foi ao  casarão dos Bradford?
7 -  O  que aconteceu com o bebê dos Bradford
8 - No casarão dos Bradford Gil se vê diante de um crime. Que crime é esse? Quais os únicos elementos que o garoto tem a seu favor para desvendar esse crime?
9 - Qual a relação de Pris com o bebê desaparecido?
10 - Como foi solucionado o problema? A história de amor tem um final feliz?

terça-feira, 11 de março de 2014

Questões sobre os livros lidos neste bimestre




   LITERATURA                                        

    COLÉGIO DARWIN DE FELIXLÂNDIA/MG




Queridos alunos, ao terminar a leitura dos livros solicitados no 1° bimestre, teste aqui a sua compreensão a respeito dos mesmos:




6° ano
I - Questões sobre o livro "A chave do tamanho" - de Monteiro Lobato
1 - Cite alguns personagens desse livro.
2 - Quem é o (a) protagonista da história?
3 - O livro relata
4 - "Tudo teve início porque Dona Benta andava arrasada; e a sua tristeza entristecia o Sítio do Pica-pau, outrora tão alegre e feliz. E foi justamente por causa dessa tristeza que foi planejada  e realizada a mais tremenda aventura". Por que Dona Benta estava triste? Que aventura foi realizada e por quem?
5- O livro diz que Emília, após ter reduzido de tamanho, andou pelo mundo e conversou com o grande ditador da Guerra. Que ditador era esse? De que guerra o livro está falando?
6 - Como terminou a história?

II - Aventuras de Pedro Malasartes - Nelson Albissú
1 - Quem é Pedro Malasartes? Caracterize esse personagem tradicional da cultura portuguesa e brasileira.
2 - O livro foi escrito em prosa ou versos?
3 - Em um dos casos relatados, Pedro Malasartes, ao chegar em sua casa na fazenda, recebe a notícia de que seu pai havia falecido. Caipira humilde e inocente, Pedro é enganado pelos seus irmãos: um toma posse de todo o gado e dinheiro e o outro da fazenda. Sem nada do que reclamar, Pedro deixa a fazenda. O que Pedro conseguiu levar quando abandonou a fazenda?
4 - Qual a travessura de Pedro  que você mais gostou? Explique.
5 - Procure lembrar dos detalhes  escritos na capa de seu livro e dos comentários feitos em sala de aula e responda: Nelson Albissú doi o criador do personagem Pedro Malasartes? Justifique.
6 - Recomende esse livro a um colega, falando de suas qualidades e do quanto é importante a leitura do mesmo. (Escreva no mínimo 3 linhas e no máximo 5).

7° ano
(Prof.:Bernadete Valadares)

I - Questões sobre o livro "A droga da Obediência" - Pedro Bandeira

1 - Qual a temática da obra?
2 -  A obra reúne os elementos de uma novela policial. Justifique.
3 - Quem são os Karas? Fale sobre eles.
4 -  Em A Droga da Obediência, o grupo de jovens detetives desmantela uma intrincada rede de sequestros ocorridos em São Paulo. Essa Afirmativa é verdadeira? Justifique.
5 - O que era  a Pain Control? Qual era o seu objetivo?
6 - Quem era o  responsável pela organização criminosa? Como era esse homem e o que ele fazia?
7 - O que desejava o Dr. QI? Contra o que os Karas lutavam?
8 - Há suspense nessa obra? Justifique.
9 - Qual o foco narrativo do texto? Justifique.
10 - Há cenas violentas na história? Quem as pratica?
11 - Dê sua opinião sobre o livro lido.
12 - Fale sobre o autor da obra.

II - Questões sobre o livro "O Pescador de Naufrágios" Ana Maria Machado

1- Descreva o lugar onde vivia vivia Jack Dogherty; destaque em sua resposta os adjetivos empregados.

2 - O cenário da história é brasileiro? Justifique.
3 - Explique por que Jack Dogherty,  mesmo sendo um pescador, conseguiu ficar rico?
4 - Cite alguns objetos que eram resgatados por Jack Dogherty.
5- "A vida transcorria tranquila, até o dia em que Jack conheceu um merrow". Explique  quem era esse tal merrow e onde ele levou o protagonista do conto.
6 - O merrow era um colecionador excêntrico. O que ele colecionava. Jack Dogherty gostou de conhecer sua coleção? Por quê?
7 - Em relação ao Pescador de Naufrágios, diga: o gênero discursivo, o tipo textual, o domínio discursivo e o tema.
8 - Na sua opinião,além das disciplinas Língua Portuguesa e Literatura, em que outras disciplinas o conteúdo dessa obra poderia ser discutido? Explique.
9 - O Pescador de Naufrágios contém ilustrações de Igor Machado e Meton Joffily. Comente sobre elas e sobre o que elas agregam à narrativa.
10 - Observem os versos escolhidos por Ana Maria Machado para compor a epígrafe de seu livro.Eles fazem parte de um poema épico de Jorge de Lima:

Mesmo sem naus e sem rumos,
mesmo sem vagas e areias,
há sempre um copo de mar
para um homem navegar.
(Jorge de Lima)

De que maneira lhe parece que os versos da epígrafe se relacionam com o texto? Explique.
11- Fale sobre a autora dessa obra.
12-  O astuto Jack Dogherty consegue enganar o merrow. Conte como isso aconteceu.

8° ano.

I -ELA DISSE, ELE DISSE, THALITA REBOUÇAS

1 - Podemos dizer que o livro "Ela disse, ele disse" é uma história romântica ou uma história mais realista, que procura retratar o universo de dois adolescentes do sexo oposto? Explique.
2 - Qual o foco narrativo dessa obra? Explique como isso acontece.
3 - Aconteceu um romance entre Rosa e Leo. Como Leo explica sua aproximação de Rosa, durante o recreio?
4 - Quem é o protagonista da história? Justifique.
5 - Cite dois dos temas tratados por Thalita Rebouças nesse livro e justifique.
6 - Fale sobre a autora da obra.

II- GABRIEL E A TORRE DE PEDRA - Max Velati

1 - Explique o título do livro.
2 - A história do adolescente Gabriel tem algum a semelhança com a realidade de adolescentes atuais? Explique.
3 - Qual o papel de Francisco na vida de Gabriel?
4 - Cite alguns problemas que Gabriel enfrentava?
5 - Com quem Gabriel se casou e o que esse fato tem de surpreendente?
6 - "Educar o pensamento para que ele aprenda a achar respostas."  Quem proferiu essa frase? A quem ela foi dirigida? Qual a disciplina que ajuda a educar o pensamento?
7 - Um dos problemas de Gabriel é a pobreza dos pais? Justifique.