terça-feira, 28 de dezembro de 2010

Mensagem de Fim de Ano!...

Passou o Natal ( passou?) com suas luzes  e seus encantos!...
Para muitos, o Natal é apenas luzes artificiais e encantos efêmeros: presentes, ceias, bebidas, música...muita festa!...
Para nós, o Natal é perene, sereno...
O seu brilho mantém acesa a chama de nossa fé no Cristo que renasce em cada gesto cotidiano de amor, em cada encontro da família,em cada celebração fraterna!...
O ano de 2010 foi um ano recheado de coisas boas, de momentos felizes. É, pois, tempo de resgatar esses momentos para brindarmos a nossa inteireza.
Somos família e juntos celebramos  o ritual de mais um Natal: rezamos, trocamos abraços e presentes e reafirmamos os contornos dos traços de amor que nos une, superando as distâncias geograficas que nos privam do beijo diário há alguns anos.
Há dois anos, não temos mais a presença carinhosa de minha mãe Raimunda. Sentimos saudades de seus conselhos, de seus quitutes gostosos (sem ela o Natal nunca mais terá o mesmo sabor!), de sua alegria incomparável e de sua fé na vida! Com sua sabedoria simples, minha Mãe nos ensinou que para quem busca Cristo sempre é Natal!
E nessa espiritualidade nos reunimos desde sempre, fazendo do passado e do presente uma realidade feliz a qual chamamos história, NOSSA HISTÓRIA.
No ensejo de celebrarmos o Natal, juntamos  fragmentos de vida e  os costuramos cuidadosamente no tempo formando um mosaico de lembranças!...
Ao comtemplarmos o mosaico, orgulhamo-nos daquilo que conseguimos construir juntos!...
Se muito vale o já construido, mais vale o que será...
Somos caminhantes neste contexto diversificado que é a Vida, temos sonhos e ideais. Seguimos confiantes no futuro que ousamos construir juntos e já antevemos conquistas.
Que venha 2011 com seus desafios e suas dádivas. Aqui estaremos a postos, dispostos a promover encontros e  a celebrar a VIDA!...
FELIZ 2011 PARA TODOS NÓS!!!...
Amém!




quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Saudade de Buenos Aires

Estive em Buenos Aires, cidade linda, cheia de atrações...
Saudade de Puerto Madero com seus restaurantes, seus barcos e  boites!...
Valeu a pena, demais!

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Feliz Natal!...

Natal é tempo de reflexão e revisão de vida!...
Com o belo poema de Zuleides Andrade, desejo a todos os seguidores, visitantes, simpatizantes e amigos um NATAL cheio da luz de CRISTO, um Natal de AMOR e PAZ!...
BEIJO de LUZ!!!...


"Natal é tempo...
de dar um toque na vida com as cores da esperança,
da fé, da paz e do amor.
Também é tempo de preparar,
em nosso coração e em nosso lar,
um espaço para acolher
as sublimes lições da Sagrada Família de Nazaré
e aceitar as inevitáveis surpresas da vida.

Natal é tempo...
de olhar para o céu,
encantarmo-nos com a luz das estrelas
e seguir a estrela-guia.
É tempo abençoado de dar mais atenção
à criança que mora em cada um de nós
e às que encontramos em nosso peregrinar,
à procura do caminho que nos leva ao Deus-Menino.

Natal é tempo...
de mais uma vez ouvir, acolher
e repetir a mensagem alegre dos Anjos de Deus.
É tempo de acalentar sonhos de harmonia e paz e,
olhando para os “anjos aqui na Terra”,
dar a nossa contribuição,
para tornar este nosso espaço
um pouco mais parecido com o Céu.

Natal é tempo...
de contemplar o Menino Jesus e Sua Mãe
e envolvermo-nos em silêncio orante.
É tempo de agradecer as manifestações de Deus
e deixarmo-nos extasiar por esse Divino Amor que,
na fragilidade de uma Criança, nos braços de Maria,
veio iluminar nossa fé.

Natal é tempo...
de olhar para o mundo, alimentar a chama do amor
e apreciar o milagre da vida.
É tempo de seguir com atenção
e humildade os passos dos pastores
e os daqueles que têm coração simples e,
em gestos de ternura,
sintonizar mentes e aconchegar corações.

Natal é tempo...
de pensar no irmão próximo e distante
e de colaborar para o renascer do amor.
É tempo de, amorosamente, recompor a vida,
perdoar e abraçar, com a ternura
e a misericórdia do Coração de Deus,
os registros de nossa infância e dos anos que já vivemos.

Na jubilosa esperança do Natal de Jesus Cristo,
estejamos atentos para perceber
e realizar o bem que estiver ao nosso alcance
e sermos um compreensível eco da mensagem de paz
daquela noite em que, gerado por obra do Espírito Santo,
de Maria nasceu o Salvador."
( Ir. Zuleides Andrade)